top of page
Buscar

#SXSW - Dia 2: Famintos de ideias


Na TroianoBranding, temos um espaço destinado para fazermos juntos nossas refeições. Não importa se você pede delivery ou se traz a comida feita em casa, o legal é que esse é um momento em que paramos, comemos juntos e trocamos ideias e risadas. É muito gostoso. Aliás, na casa da Ciça e do Jaime, numa sala de almoço, há na parede uma frase: "os melhores momentos são aqueles compartilhados em volta da mesa". Bom, mas o que isso tem a ver com o SXSW? Tudo!

Navegando pelo evento, a Jackie teve a oportunidade de assistir a duas palestras, uma com a Dra. Morgaine Gay e a outra com o chef e humanitário José Andrés. Se a primeira trouxe tendências, mostrando como a comida se entrelaça com a moda, design e as artes, a segunda esbanjou empatia com o chef, que com seu projeto chamado “World Central Kitchen,” ajuda a levar comida para locais onde existe carência de alimentos. De acordo com ele, esse é o maior desafio da existência humana, mas é a forma em que ele lida com isso que evidencia sua capacidade de entender pessoas, não apenas pelo ato de abastecer as comunidades, mas pela sua compreensão e sabedoria de entender como certas comidas fazem mais sentido para cada lugar, cada realidade e gostos local. Somado a isso, ele mobiliza as próprias comunidades para que elas mesmas sejam parte dessa transformação, uns ajudando aos outros, uns cozinhando para os outros. O engajamento é 360.

E, finalmente, Jackie esteve na palestra da badalada futurista Amy Webb, que lotou a sala com filas que percorriam andares, e na dos autores do livro “Future Normal”, escrito por Henry Coutinho-Mason e RohitBhargava. Todos os palestrantes nos mostraram ainda mais o quanto a trilha que seguimos na TroianoBranding, tendo as pessoas no centro da construção de nossas estratégias de marca, é o único caminho possível. Um dos slides até mostrava uma frase que poderia ter sido escrita por nós: "The people who understand people always win." Aliás, de outras formas, já escrevemos coisas bem parecidas. Não é à toa que tantas pessoas da TroianoBranding têm formação em humanas.


É isso, pessoal, realmente estamos no caminho certo quando se diz respeito à criação de marcas fortes e longevas. Temos que gostar e entender de gente, especialmente nesse mundo hiper digitalizado em que vivemos, onde as telas e gadgets substituem o contato humano, a vontade e curiosidade de querer saber mais sobre as pessoas que moram ao nosso redor, as que encontramos em supermercados, no transporte público, andando na rua. O SXSW teve essa mesma intenção, esse mesmo motif. Há grandes esperanças para as próximas edições. Por enquanto, nos acompanhe em nossos outros insights sobre o evento, que só foram possíveis através da nossa “people-person”, Jacqueline de Bessa!



Kommentare


bottom of page