#2022EM22 - O mito de Sísifo e o sentido do Propósito

A mitologia, seja de qual origem for, é peça fundamental para entendermos que muitas das histórias que vivemos hoje em nossas vidas já existiam bem antes de nós e são revividas, geração após geração. Os mitos, pode-se assim dizer, recriam verdades que são universais e atemporais, histórias que vão sendo adaptadas a diferentes culturas e tempos, mas que, em essência, são preservadas.


Uma dessas histórias da mitologia nos chamou muito a atenção pois se relaciona diretamente com um dos temas com os quais mais temos nos envolvido nos últimos anos, o Propósito. Trata-se do mito de Sísifo, que muitos de vocês já devem conhecer ou ter na memória sua imagem carregando a pedra morro acima. Para relembrarmos, brevemente, narramos o mito aqui. Sísifo, descrito sempre como muito astuto e inteligente, desafiou a sabedoria dos deuses gregos e, por conta disso, recebeu uma punição exemplar: rolar diariamente uma pedra, montanha acima, até o topo. Ao chegar ao cume, o peso e o cansaço promovidos pela fadiga fariam a pedra rolar novamente até o chão e no outro dia ele deveria começar tudo novamente e assim para todo o sempre. Essa punição era um modo de envergonhar Sísifo por sua esperteza e habilidade usadas para tramar contra os deuses.


Afinal, como Sísifo e o Propósito se encontram? Quantas e quantas vezes em nossas rotinas pessoais e profissionais não nos vemos como Sísifos, carregando pedras morro acima todos os dias, meio sem sentido? Nas empresas, nosso cotidiano é lotado de pequenas tarefas, muitas vezes pouco inspiradoras, quase como se estivéssemos carregando pedras. Repetimos diariamente trabalhos, numa sensação de inutilidade, compartilhando com Sísifo esse sentimento. O Propósito, como aquilo que adiciona significado a tudo o que fazemos, como a razão de ser de uma empresa, é o que pode ser elemento inspirador que traz sentido ao trabalho, mesmo para aquelas pequenas tarefas. Quando existe uma razão de ser por trás do carregar pedras, o subir e descer a montanha ganha outra motivação. Cada vez mais pessoas estão buscando esse sentido maior, seja de suas marcas empregadoras como também das marcas que consomem.


O trabalho que fazemos, de escavar o Propósito de marcas e fazê-lo ganhar vida no dia a dia, atende a essa demanda, de trazer um valor para o que fazemos, para construir uma camada de significado, para irmos além da mera repetição de Sísifo, para encontrarmos uma motivação. Mesmo que precisemos empurrar pedras, que seja por uma boa razão.