#2022EM22 - De braços dados, RH e Marketing

As empresas eram assim. O marketing como o espaço das pessoas que cuidavam das estratégias da marca, olhando da porta da rua para fora. O RH era quem cuidava dos públicos internos, das pessoas e pouco se interessavam pela marca. O olhar era da porta da rua para dentro.


Fast forward e chegamos a hoje. Porta da rua para dentro e porta da rua para fora são comunicantes, marcas não são tapumes, são vitrines que revelam sem disfarces. Dentro e fora se misturam num todo indivisível. O poder de atração e retenção de talentos depende da força e inspiração geradas pela marca. Resultados comerciais dependem de quão engajados estão todos os colaboradores. Equipe desmotivada e pouco atraída pela marca não tem energia para fazer a marca acontecer.


Hoje quase não há projetos de Branding em que a equipe de RH não esteja envolvida e vice-versa. Para nós isso é uma grande alegria, pois confirma aquilo em que acreditamos. A marca não pertence ao marketing, eles são os operadores e aqueles com conhecimento técnico. Mas a marca de uma empresa é de todos que fazem com que ela aconteça no dia a dia e, nesse sentido, o RH é fundamental, já que é quem orquestra todas as pessoas.


O resultado de tudo isso, em nossa experiência, tem sido muito bacana e o principal beneficiário é a própria empresa. Esse entrelaçamento garante que as propostas da marca que saem para a rua sejam, antes de tudo, verdadeiras do lado de dentro. É essa energia que pulsa forte dentro que alavanca o sucesso do lado de fora. E é essa repercussão que a marca tem no mercado que gera desejo como marca empregadora. Podem observar as filas em processos de trainees que marcas poderosas provocam. Não é porque a política de salários ou benefícios é superior às demais, às vezes até o contrário. É porque elas são capazes de gerar desejo não só por seus produtos e serviços, mas também pelas posições profissionais que oferecem.


Ao final, é um ganha-ganha geral quando RH e branding caminham de mãos dadas. Uma gestão mais coerente, profissionais mais integrados, aprendendo uns com os outros e trazendo resultados mais sólidos.